Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2014

café, cigarro e whiskey

 

Um café. Os teus melhores amigos. As pessoas que mais amas estão ali contigo. Tudo parece tão bom, tão natural. Como se o tempo não tivesse passado por vós. Como se no resto dos teus dias não estivesses a quilómetros de distância deles.

Uma gargalhada, mais duas ou cem. Não importa. Fotos são tiradas para que aquele momento seja imortalizado. Afinal, dizem-nos que estes são os melhores anos das nossas vidas, e não queremos que eles apenas fiquem nas nossas memórias. Porque a nossa memória vai apagando com o passar do tempo, e as caras felizes daqueles que um dia significaram tanto, irão tornar-se cada vez mais distorcidas.

A noite continua. Cigarros. Whiskey. Música. E danças, danças como se o soubesses realmente dançar. O álcool faz de ti uma pessoa diferente, mais alegre. Ele torna a dor incontrolável, controlável. Ele faz esquecer o que és obrigada a esquecer. Aquele perfume que te lembra de coisas tão dolorosamente agradáveis. “Mais um whiskey, por favor”, pedes. E esqueces-te o quando faz mal gostar tanto de alguém e o quão bom isso é. Deixa-te um vazio. Um vazio de coisas más que te atacam como facas quando estás sóbria.

Agora, ris com o peito cheio de alegria.

Agora, não sentes mais nada.

E desejas ficar assim eternamente.

Feliz e vazia. 

publicado por maguie. às 00:26
link | comentar | favorito (1)
8 comentários:
De * wild * a 27 de Janeiro de 2014
provavelmente, mas agora está tudo bem, don't worry
pff que texto *.* 
De Isabella a 28 de Janeiro de 2014
Penso que temos de ser nós a construi-los, vais ver que sem contar um dia destes um desses momentos aparece!
De * wild * a 29 de Janeiro de 2014
linda, linda, linda
De тιago a 3 de Fevereiro de 2014
isto deu-me vontade de chorar; nem sei se de felicidade se de outra coisa qualquer
De Daniela a 3 de Fevereiro de 2014
Tal e qual ! (:
De * wild * a 9 de Fevereiro de 2014
é perfeito e assustador
De * wild * a 9 de Fevereiro de 2014
i hope so
De тιago a 10 de Fevereiro de 2014
é muito bom, foi uma consciencialização, sobretudo isso

Comentar post